sábado, maio 31, 2014

Curitiba:PT oficializa pré-candidatura de Gleisi ao governo do Paraná

O Partido dos Trabalhadores do Paraná oficializou na manhã deste sábado, 31, a pré-candidatura da senadora Gleisi Hoffmann ao governo do Estado. Também foram homologadas as pré-candidaturas proporcionais. São 18 pré-candidatos a deputado federal e 33 postulantes a deputado estadual.

Participaram do Encontro Estadual do PT-PR, no Clube Urca, cerca de 700 pessoas, entre delegados, dirigentes estaduais, deputados, prefeitos, vices e vereadores. A reunião foi coordenada pelo presidente do PT-PR, deputado Enio Verri e contou também com a presença do ministro das Comunicações, Paulo Bernardo.

Gleisi disse que disputa eleitoral será uma caminhada desafiadora. Ela pediu empenho da militância para garantir que o Brasil continue seguindo em frente com as mudanças inauguradas pelo presidente Lula e pela presidenta Dilma. “Precisamos continuar com as mudanças que nos últimos 11 anos tiraram 36 milhões de brasileiros e brasileiras da miséria, tarefa que nenhum outro país cumpriu em tão pouco espaço de tempo na história da humanidade. Mudanças que cumpriram o compromisso de campanha do presidente Lula de colocar comida na mesa de todo o brasileiro pelo menos três vezes ao dia. Mudanças que garantiram aumento real para o salário mínimo e a redução do desemprego.” A senadora rebateu as acusações de que o governo federal não libera recursos para o Paraná, lembrando dos investimentos realizados no estado. “São maquinários, infraestrutura, energia, sistemas de água e esgoto. Nunca antes houve tantos investimentos no nosso estado. Aliás, o Paraná é um estado que tem um governador que só faz chorar, reclamar, se lamentar e mentir. Principalmente mentir. Diz que está sendo perseguido politicamente para justificar sua incompetência, fraqueza e preguiça.”

Segundo Gleisi, o Paraná precisa de um governo que se aproveite dos avanços conquistados pelo Brasil e que esteja mais próximo do projeto que trouxe futuro com dignidade às pessoas. “O Paraná não pode mais conviver com um governo de chororô, que só sabe ficar reclamando pelos cantos e pelas páginas de jornais em vez de correr atrás, de trabalhar e de gastar melhor os recursos que arrecada com os nossos impostos.” Sobre o projeto de governo do PT para o Paraná, Gleisi disse que a saúde será prioridade. “A política de saúde no Paraná é uma vergonha. Uma área que afeta tão diretamente a vida das pessoas e é tratada com tanto descaso. Num governo do PT vamos investir mais em saúde do que determina a lei. Não vamos fazer como este governo que está aí, que investe menos que a lei manda investir.” Aos jovens, a pré-candidata garantiu que, com a parceria do governo da presidenta Dilma, o Paraná vai garantir um ensino de qualidade em todos os níveis: fundamental, médio e superior "Devemos ampliar as vagas nas universidades federais no estado, promover aumento da oferta de PROUNI, FIES e PRONATEC, além de investir na valorização dos profissionais." 

A senadora foi enfática ao garantir que o governo do PT irá trazer a segurança de volta à população paranaense. “Chega de governo que não valoriza seus profissionais da segurança pública e que não garante nem o combustível para as viaturas ou a ração para os cães da Polícia Militar. No governo do PT, a polícia estará mais próxima da população e trabalhará com mais inteligência. Chega de espetáculos, de containers, de factóides mal copiados de outros estados apenas para fazer imagens de propaganda. Segurança é coisa séria e nós vamos trabalhar para fazer do Paraná um estado efetivamente seguro para a sua gente.”

De acordo com a senadora, o partido quer inaugurar um governo que olhe para todas as regiões do estado, para todas as cidades com o mesmo carinho e a mesma atenção. “Vamos sepultar o governo para poucos que esse grupo político que hoje governa instalou no Palácio do Iguaçu.”

Foz do Jordão:Fundador do município foi vítima de falsa denúncia, ele foi abordado pela Policia Militar como suspeito de tráfico de drogas


Foi na segunda-feira (26) pela manhã, Anselmo Albino Amancio estava em uma casa lotérica fazendo o pagamento de alguns boletos, no momento em saiu da casa lotérica foi abordado por uma equipe de Policiais Militares, uma abordagem policial padrão, com armas em punhos e dando os comandos da abordagem, procedimento padrão.
Anselmo acatou todas as ordens policiais da abordagem, em seguida os policiais começaram a busca no veículo, procedimento padrão em uma abordagem de veículo, Anselmo perguntou qual seria o motivo da abordagem e neste momento foi informado que a equipe policial havia recebido informações do 16º Batalhão da PMPR (Guarapuava) que o veículo estaria transportando drogas no pneu estepe, como bom cidadão Anselmo cooperou o máximo com a abordagem, chateado é claro devido a situação que estava passando, ele como um dos fundadores do Município e residindo a 54 anos ali, agora era abordado devido a uma "denúncia" anônima .. mas enfim, quem não deve não teme, e os policiais continuaram o trabalho deles, cumprindo ordens e fazendo o papel como Policiais Militares. Desmontado o pneu estepe, NADA foi encontrado, revistada toda a camionete também nada de ilícito foi encontrando, sendo assim Anselmo Amancio foi liberado e pode seguir a sua segunda-feira, mesmo que o dia tivesse começado fora da normalidade, mas enfim, Anselmo foi vítima de sacanagem, de pessoas maldosas que talvez por MOTIVOS POLÍTICOS fizeram FALSAS DENÚNCIAS na PMPR , pensando assim que iriam denigrir sua imagem...

Quem é Anselmo Albino Amancio


Anselmo Albino Amancio, 54 anos de idade, natural de Dois Vizinhos, pai de 03 filhos e avô de 04 netos, reside em Foz do Jordão desde 1987.
Foi vice-prefeito do município de Candoi de 1993 à 1996, sendo um dos militantes na busca da emancipação do antigo Segredo atual Foz do Jordão do município de Candói, inclusive escolhendo o nome do novo município para “Foz do Jordão". 
Em 1997 com a instalação do novo município, esteve junto com o Prefeito Olivio Albino Amancio sempre na busca incessante de melhoria de vida para o povo.
É Presidente do Partido Democratas (antigo PFL) desde 1993. Atualmente esta executando obras de pavimentação com pedras irregulares nos municípios de Cruzeiro do Iguaçu, Chopinzinho, Candói e Sulina,  gerando mais de 100 empregos diretos.
Por olho aberto
Anselmo é um forte candidato a disputar as eleições municipais de 2016, ele também é um atuante combatente dos desmandos que vem acontecendo no município de foz do Jordão, mas precisamente na Prefeitura Municipal, talvez, quem sabe... a falsa denúncia pode ter partido com intuito político, afim quem sabe de tentar deningrir a sua imagem... se foi isso, " o tiro foi no pé de quem teve esta idéia, pois além de não conseguir o feito, ainda pode ter fortalecido ainda mais Anselmo para a disputa de 2016... 


Hauly propõe devolução de R$ 190 bi a estados e municípios

O deputado federal Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR) propõe, através do projeto de lei 7513/2014, que o governo federal devolva R$ 190 bilhões a estados e municípios.

Esse é o valor estimado pelo Tribunal de Contadas da União (acórdão 714/2014) das perdas em arrecadação e das parcelas do Fundo de Participação de Estados e Municípios, entre 2008 e 2012.. As perdas foram motivadas pela política de desoneração, adotada a partir de 2008, pelo governo federal para incentivar alguns setores da economia – entre eles o da indústria automobilística.

A proposta de Hauly prevê a devolução por meio de desconto da dívida dos estados e municípios com a União e, havendo saldo, que seja liquidado em cinco anos.

“Não aceitem esta política de devastação da federação”, conclamou Hauly, dirigindo-se aos prefeitos e governadores.

José Pedriali

Temer dá carta branca ao PMDB do Paraná


Michel Temer, vice de Dilma e presidente do PMDB, deu carta branca aos peemedebista do Paraná e reafirmou que qualquer que seja o resultado da convenção estadual no dia 20 de junho, "não há hipótese de intervenção da executiva nacional". Temer disse que a orientação nacional do PMDB é para que o partido tenha candidatos próprios onde for possível, mas não irá intervir caso a decisão da convenção estadual seja pela aliança com o governador Beto Richa (PSDB). "Respeitamos as decisões estaduais e isso é o tem feito a força e a vitalidade do PMDB", disse Temer.

Temer disse que nem sempre as candidaturas próprias são possíveis e que muitas vezes houve divisões e situações em que candidatos do partido não receberam o apoio dos correligionários. "Demos ao Dr. Ulysses Guimarães apenas 4% dos votos e a Orestes Quércia somente 2% dos votos. Eu mesmo não tive apoio de muitos governadores peemedebistas em 2010 e nessa campanha, não terei o apoio do PMDB da Bahia, por questões antigas regionais. O que importa é que depois da convenção, haja a unidade do partido", afirmou. 

Laranjeiras do Sul:Dono de posto de combustível é solto após pagamento de fiança

Luiz Carlos Lispki, dono do Auto Poslço Lalaco em Laranjeiras do Sul deixou a sede da 2ª SDP de Laranjeiras do Sul no início da noite de ontem (30) após efetuar o pagamento de fiança no valor de R$  18 mil reais.
O dono do posto foi preso em uma operação desencadeada pelo Ministério Público Estadual, Ipem - Inmetro, Receita Estadual e com apoio da Policia Militar.
LEIA ABAIXO MATÉRIAS RELACIONADAS

Laranjeiras do Sul:Dono do Posto Lalaco foi preso em flagrante por Crime contra a Economia Tributária 

http://olhoabertopr.blogspot.com.br/2014/05/laranjeiras-do-suldono-do-posto-lalaco.html
Laranjeiras do Sul:Ministério Público, Inmetro e Receita Estadual estão fiscalizando postos de combustíveis 
http://olhoabertopr.blogspot.com.br/2014/05/laranjeiras-do-sulministerio-publico.html

Beto Richa No Fusca Show


O governador Beto Richa (PSDB) participou ontem ao meio dia do "No Fusca Show", talk show comandado por Anderson Jaber dentro de um Fuscão 75, que percorrer as ruas de Curitiba.

Link
www.youtube.com/embed/lhVeP0SLcoc

Rio Bonito do Iguaçu:Reunião debateu sobre a proteção a crianças e adolescentes

O Centro de Formação de Rio Bonito do Iguaçu, foi palco nesta quarta-feira(28) de importante reunião envolvendo vários setores da sociedade que discutiram questões relacionadas a proteção a criança e ao adolescente(foto). Participaram do encontro diretoras e coordenadoras das escolas municipais e estaduais; integrantes da Secretaria de Assistência Social; Técnicos do CRAS; funcionários do Centro de Formação; Conselho Tutelar e Secretaria de Estado da Educação. Entre as autoridades presentes, a Vice-Prefeita de Rio Bonito do Iguaçu, D. Sônia Schimitt; Andrelina de Rosso, Primeira Dama e Secretária de Assistência Social e o Secretário de Educação de Rio Bonito do Iguaçu, Almeri Dhamer. A reunião foi realizada a pedido do Promotor de Justiça de Laranjeiras do Sul, Dr. Guilherme de Barros Perini, com o objetivo de criar o fluxograma da rede de atendimento de proteção a criança  e adolescente. A palestra foi proferida pela Psicóloga Liliane Moresco, do Escritório Regional  da Secretaria da Família e Desenvolvimento Social. O Escritório tem sua sede em Laranjeiras do Sul e atende 10 municípios da região, entre eles, Rio Bonito do Iguaçu.

Incêndio destrói sede da UPES em Curitiba

Um incêndio destruiu a sede da Upes (União Paranaense dos Estudantes Secundaristas). A casa de madeira, de 60 metros quadrados, no cruzamento das ruas Marechal Mallet e Manoel Eufrásio, no Juvevê, ficou completamente destruída. Informações da repórter Maíra Gioia, da rádio CBN Curitiba. Segundo os vizinhos, o incêndio começou por volta das 9h30 desta quinta-feira (29).

Cleiton Fortunato, vice presidente Upes, disse que a sede “tinha tem um papel muito importante uma conquista histórica, era usada para agendas e solenidades”. A falta de apoio aos estudantes, o imóvel acabou sofrendo depredações e invasões e se encontrava em péssimas condições. “Quem perde é o estudante para a especulação imobiliária, o terreno fica em uma região nobre da cidade, o boicote e as dificuldades impostas ao longo dos anos tem uma motivação clara, muito dinheiro” queixou-se um dos estudantes.

Brasil está pagando caro pela falta de uma política econômica correta, diz Rossoni

O deputado estadual Valdir Rossoni (PSDB) comentou nesta
sexta-feira (30) o resultado do PIB divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). “O IBGE confirmou que o Brasil está pagando caro pela falta de uma política econômica correta e o excesso de medidas eleitoreiras que resultam, desde 2011, em forte desaceleração do crescimento do PIB. O descontrole é geral e, se não houver mudanças, o povo pagará um preço alto demais nos próximos anos. No primeiro trimestre deste ano tudo o que foi produzido no Brasil não passou de 0,2%, como consequência da queda do setor industrial e falta de investimentos. A alta da inflação colabora para um cenário já sentido no bolso da população – e isso pode se agravar, pois nada mudou de três anos pra cá."

62,7% das famílias brasileiras estão endividadas, diz pesquisa

O número de famílias endividadas aumentou em maio, atingindo 62,7% dos brasileiros, segundo a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor que a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo divulga nesta quinta-feira, 29. Apesar da alta, este número é inferior aos 64,3% registrados em maio do ano passado.

Segundo a economista Marianne Hanson, os brasileiros estão mais cautelosos na hora de contratar ou renovar empréstimos e financiamentos, devido à alta do custo do crédito. “Juros mais altos e ganhos de renda mais modestos levam a condições menos favoráveis para o endividamento”, afirmou Marianne.

Os níveis de inadimplência também apresentaram queda em maio. O porcentual de famílias com dívidas atrasadas teve uma leve queda tanto na comparação mensal (-0,1%) quanto na anual (-0,7%). Também houve redução no número de famílias que não terão condições de pagar as suas dívidas e que, portanto, permaneceriam inadimplentes. Este índice alcançou 6,8% em maio de 2014, contra 6,9% em abril de 2014 e 7,5% em maio de 2013.

Sobre a percepção das famílias acerca do seu nível de endividamento, somente a proporção das que se declararam muito endividadas aumentou entre os meses de abril e maio de 2014, passando de 11,8% para 12,2% do total de famílias. Na comparação anual, houve redução nesse indicador.

Ainda na comparação entre maio de 2013 e maio de 2014, a parcela que declarou estar mais ou menos endividada passou de 23,4% para 23,5%, e o número dos que se percebem pouco endividados passou de 28,4% para 27% do total dos endividados.

A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic) é apurada mensalmente pela CNC desde 2010. Os dados são coletados em todas as capitais dos Estados e no Distrito Federal com cerca de 18 mil consumidores.
Bem Paraná

Marquinho:Patrulha Escolar, NRE e conselho Tutelar fiscalizaram alunos do colégio Estadual João Rysicz, uma espingarda foi apreendida


A Patrulha Escolar em conjunto com o Núcleo Regional de Educação, conselho Tutelar e com apoio do Sargento Zaleski e policiais da DPM de Marquinho realizaram na tarde de sexta-feira (30) uma operação no Colégio Estadual João Rysicz, centro do município.
O intuito da operação na escola foi preventivo, pois alguns dias atrás aconteceu uma tragédia no município envolvendo dois alunos, desta tragédia resultou na morte de um deles e na apreensão do outro, ambos adolescentes.
Na escola mediante autorização dos pais, foram feitas revistas em bolsas e mochilas de alunos, sendo encontrado canivete e até bebida alcoolica dentro de uma garrafa de água de um aluno. Alguns aparelhos de celulares também foram vistoriados, para surpresa dos policiais no aparelho celular de um aluno foi encontrado uma foto dele com uma espingarda, indagado sobre a foto ele contou que em sua casa havia uma espingarda.
Os Policiais deslocaram-se até a residência do aluno, na comunidade Terra Boa, interior do município, lá encontraram uma espingarda calibre 32, sendo que a mesma foi apreendida, o pai do menor foi condizido pelos policiais militares até a 2ª SDP para responder pelo Crime de posse de arma de fogo.
Os Soldados Joel Demetrio e Bueno contaram que os trabalhos da Patrulha escolar vão continuar, não só em Marquinho, mas em todos os municípios de abrangência da 2ª CIA da PMPR.

Reportagem Minotto

Interior do Paraná recebe 1,5 mil PMs

O governador Beto Richa (PSDB) participa hoje em Ponta Grossa, Cascavel e Maringá da apresentação de mais 1.583 policiais militares que vão atuar nas regiões dessas três cidades. Os policiais fazem do grupo de 2,5 mil policiais formados no curso de soldado da PM.

Laranjeiras do Sul:Em razão da chuva, I Momento Literário foi transferido

O I Momento Literário que seria realizado hoje, 31, na Praça José Nogueira do Amaral, será transferido em razão da chuva.
Instituto de Assistência Social e Saúde São José – ISJ juntamente com a Escola Anjo da Guarda e a Universidade Federal da Fronteira Sul – UFFS – Campus Laranjeiras do Sul, tinham programado desenvolver várias atividades literárias nesse sábado, mas com o clima chuvoso as atividades serão reprogramadas para outro final de semana, ainda sem data definida.
Via Juliana Pavlak / Comunicação ISJ

Não vai ter creche, diz Fruet

Roberlayne Roballo, secretária de Educação de Curitiba, afirmou ontem em audiência na Câmara de Vereadores, que 9,6 mil crianças estão na fila para vagas em creches na capital. Os números do Ministério Público apontam para 15 mil crianças na fila. O interessante, embora as diferenças, é que o prefeito Gustavo Fruet (PDT) estimou a construção de apenas oito creches em 2015. Com orçamento de R$ 8,4 bilhões, Fruet vai gastar mais no metrô do que em creche em 2015.

Laranjeiras do Sul:Uninter oferece várias opções em Cursos de Graduação e Pós-Graduação a distância

CURSOS DE GRADUAÇÃO A DISTÂNCIA

            

PR aumenta em 54,6% os recursos em saúde

O Governo do Estado aplicou R$ 717 milhões na área de saúde nos primeiros quatro meses de 2014. O volume é 54,8% superior ao valor aplicado na área no mesmo período do ano passado e representa 9,61% da receita líquida de impostos. O balanço foi apresentado pelo secretário estadual da Fazenda, Luiz Eduardo Sebastiani, nesta quarta-feira (28), durante audiência pública na Assembleia Legislativa.

Segundo o secretário, a projeção é que os investimentos em saúde passem, ao final do ano, dos 12% sobre o orçamento, complementando um porcentual residual referente a 2013. “Parte desse esforço inclui o projeto que encaminhamos, e que foi aprovado pelos deputados, de um crédito extraordinário de até R$ 900 milhões ao orçamento da saúde”, afirmou.

Virmond:Jovem embriagado provoca acidente na BR 277, quatro pessoas ficaram feridas

Na madrugada deste sábado a PRF registrou um acidente no km 429 da BR-277 em Virmond, envolvendo o Astra placas MAV 0046 conduzido por Ediel de Jesus da Silva, 27 anos e uma camionete com placas de Mal. Cândido Rondon.
Informações dão conta que o Astra que trafegava sentido Cantagalo invadiu a pista contrária chocando-se de frente com a camionete. 
De acordo com os policiais, o motorista do Astra estava embriagado e se negou a realizar o teste do bafômetro. Além de Ediel, sofreram ferimentos Izabel de Lima (43), Leandro Rodrigo Hoesel (25) e Anderson Bertussi (26). Todos foram encaminhados para o Hospital São Lucas onde receberam atendimento médico e foram liberados. Ediel, que sofreu ferimentos no pé, foi preso em flagrante por embriaguez ao volante. Ele será encaminhado para Guarapuava para em razão da gravidade do ferimento. 
De acordo com a Resolução do CONTRAN, em caso de suspeita de embriaguez, o condutor é encaminhado à delegacia neste caso e a pena é detenção de seis meses a três anos, multa, e suspensão do direito de dirigir. 
Além disso, caso o motorista se negue a fazer o bafômetro, o agente poderá aplicar a autuação administrativa e preencher o questionário — Sinais de Alteração da Capacidade Psicomotora, que será anexado à autuação. Neste caso, o condutor também poderá ser encaminhado à delegacia. 

Fonte:http://www.radioeducadora1120.com.br/exibenoticia.php?id=5227

EM TEMPO (11:00)
Ediel foi liberado do Hospital e foi conduzido para a 2ª SDP para ser lavrado seu flagrante, em seguida após pagamento da fiança será encaminhado para a Cidade de Guarapuava para realziar cirurgia no pé.
O Serviço de ambulância de Cantagalo (cidade onde reside) já está aguardando em frente a 2ª SDP para fazer sua remoção até Guarapuava.



Laranjeiras do Sul:Policiais Rodoviários Federais perseguem carro de Belo Horizonte por aproximadamente 50 km e apreende 338 quilos de erva ... maconha



Policiais Rodoviários Federais de posto da BR 277 de Laranjeiras do sul estavam em deslocamento para atender um acidente na BR 277 no município de Virmond, quando em determinado momento avistaram o veículo Voyage trafegando lentamente na pista, ao ultrapassar o mesmo foi notado que o motorista estava fazendo o uso do celular (passando mensagens), neste momento o PRF Silvino Migliorini e seu parceiro decidiram abordar o veículo, mas no momento em que soaram a sirene o veículo começou a empreender fuga... dando início a perseguição... o motorista fez várias manobras de risco, em uma curva já no município de Cantagalo quase bateu em um caminhão... furou a praça de pedágio em Candói e aproximadamente 2 mil metros após o SAU de Candói ele acabou se perdendo e rodando em uma curva, neste momento ele salto do veículo rapidamente e embrenhou-se no mato.
No veículo foram encontrados vários tabletes da ERVA MALDITA.. MACONHA...
O Veículo e a droga foram entregues na 2ª SDP de Laranjeiras do Sul, pesada a droga deu o total de 338 quilos de MACONHA.

Beto Richa apresenta mais 2,5 mil policiais

A segurança pública do Paraná ganhou o reforço de mais 2.500 novos policiais militares. Hoje, o governador Beto Richa (PSDB) apresentou 917 policiais que vão atuar em Curitiba, região metropolitana e litoral. Os demais irão para as regiões de Ponta Grossa, Cascavel, Maringá e Londrina. “O aumento no efetivo compõem uma série de grandes investimentos que incluem a aquisição de 1.500 novas viaturas, melhor condição de trabalho, investimento em inteligência e operações policiais sistemáticas que acontecem em todas as regiões do Estado, principalmente para combater o narcotráfico”, disse Beto Richa. 

O aumento do efetivo policial está entre as ações do programa Paraná Seguro. Desde 2011 e até o final de 2014, o Paraná terá contratado cerca de 10 mil novos profissionais para as polícias Militar, Civil e Científica. Destes, 8.500 são policiais e bombeiros militares. 

Beto Richa ressaltou que os investimentos do Governo do Estado se traduzem em redução da criminalidade em todo o Paraná. “Estamos conseguindo reduzir significativamente os índices de criminalidade. Em média, o índice de homicídios caiu de 20% no Estado no ano passado e queremos ampliar ainda mais os resultados”, afirmou Richa. 

Em Curitiba, especificamente, a queda no número de homicídios foi de 29,3% em 2013, comparado a 2010. Na Região Metropolitana a redução foi de 27,1% no período. “Vamos avançar ainda mais e combater de forma implacável o crime no Estado do Paraná”, afirmou Beto Richa.

fotos de Orlando Kissner

Richa defende mudanças no Pacto Federativo para fortalecer estados e cidades

Hoje pela manhã, o governador Beto Richa defendeu mudanças no pacto federativo que venham fortalecer estados e municípios brasileiros. “É preciso ter uma distribuição equitativa dos recursos públicos para fortalecer os estados e garantir serviços de qualidade à população”, disse Beto Richa na abertura do programa "Diálogo Público”, realizado pelo TCU no Canal da Música, em Curitiba,

Beto Richa afirmou que os recursos estão cada vez mais centralizados em Brasília e que Estados e municípios ficam sobrecarregados. E citou como exemplo os repasses da União para a área da Saúde. “Há dez anos, o governo federal arcava com 70% das despesas. Hoje, os repasses cobrem 40% das despesas”, disse Richa. O mesmo acontece na Segurança Pública. Nesta área, as transferências federais aos estados são de apenas 13% da receita. 

Richa destacou a importância da iniciativa do TCU de promover uma discussão sobre a melhoria da governança pública no País. Ele defendeu maior participação dos Estados nas decisões da União, ressaltando que o Paraná perdeu mais de R$ 2 bilhões em receita por causa de recentes medidas federais. 

O governador também falou sobre a dívida dos Estados com a União, que se tornaram impagáveis e que os desembolsos mensais envolvem valores substanciais, que poderiam ir para melhoria qualidade dos serviços prestados à população. “É urgente uma mudança do indexador das dívidas”, afirmou Richa. 

Citando o caso do Paraná, Richa explicou que o Estado contraiu uma dívida de R$ 5 bilhões, em 1998, para sanear o extinto Banestado. Nesse período foram pagos R$ 10 bilhões e o Estado deve, ainda, R$ 9,5 bilhões. Ele lembrou que o Paraná é o quinto Estado maior contribuinte de receitas para o Governo Federal, mas fica em 23º lugar no recebimento de repasses da União. 

Requião diz que não pode "errar de vice"

O senador Roberto Requião (PMDB) tem dito aos mais próximos que seus dois últimos vices (Mário Pereira e Orlando Pessuti) o traíram assim que assumiram o governo, não merecendo mais sua confiança. "Desta vez, eu não posso errar mais", disse Requião sobre sua pretensão de disputar pela quarta vez o Palácio Iguaçu.

Barbosa enfrenta mais uma ação por compra de votos

O ex-prefeito de Londrina Barbosa Neto (PDT) enfrenta mais uma ação por improbidade administrativa ajuizada ontem pela Promotoria de Defesa do Patrimônio Público. O caso envolve a compra de vereadores para votar contra a abertura de comissão processante da Centronic, que acabaria resultando na cassação do mandato de Barbosa, em julho de 2012. As informações são da Folha de Londrina.

Na ação por improbidade, os réus "são acusados de participação em um esquema para angariar apoio político de vereadores, em regra filiados a partidos de oposição, mediante o pagamento de vantagem patrimonial indevida". Em 24 de abril de 2012, assessores do prefeito foram presos em flagrante após entregarem R$ 20 mil ao então vereador Amauri Cardoso (PSDB). O dinheiro seria para ele votar contra a abertura da CP. Logo que começou a ser assediado pelos aliados de Barbosa, Cardoso procurou o Gaeco que monitorava os réus. 

Uma semana depois, em 1º de maio, o Gaeco prendeu outros três aliados (Coutinho não chegou a ser preso). Eloyr, que era favorável à abertura da CP, em razão de promessa de apoio à futura campanha eleitoral pelos aliados do ex-prefeito, teria mudado de posição. Já Coutinho teria emprestado R$ 5 mil para o pagamento da propina a Cardoso. Alysson e Rogério Ortega atuavam cooptando os parlamentares. 

Na ação, o MP pede que os réus sejam condenados às penas previstas na Lei de Improbidade Administrativa: perda da função pública, suspensão dos direitos políticos, pagamento de multa civil e proibição de contratar com o poder público, além de pagamento de indenização por danos morais. Esta é a décima ação por improbidade em que Barbosa figura como réu por irregularidades em seu governo (2009-2012). Em audiências na 3ª Vara Criminal, os réus negaram o esquema. Barbosa não foi localizado ontem.

sexta-feira, maio 30, 2014

Cantagalo:Com recurso próprio município realizará recape asfáltico na Caçula

Foto: prefeito Everson Konjunski no momento da assinatura da ordem de serviço, ladeado por Rafael Almeida, engenheiro da empresa Itax, e Clyseverton Marcolina, engenheiro da Prefeitura de Cantagalo

Os moradores da Vila Caçula em Cantagalo receberão nos próximos dias mais uma grande obra em seu bairro. O prefeito Everson Konjunski assinou hoje, sexta-feira (30) a ordem de serviço para dar início nas obras do recape asfáltico na Rua Rio de Janeiro, no trecho entre o trevo de acesso ao bairro até a esquina com a Rua Irinézia. Serão quase R$ 160 mil investidos neste projeto, valor que é recurso próprio de Cantagalo, obtido através da venda da folha de pagamento dos funcionários públicos para o Banco Bradesco, cujo contrato foi assinado em fevereiro deste ano. A obra, que será realizada pela empresa Itax deve começar nos próximos dias.
Além do asfalto no trecho da Rua Rio de Janeiro, a Vila Caçula já recebeu nesta administração muitas outras melhorias, como lembra o prefeito. "A Vila Caçula estava esquecida, um bairro tão grande, tão querido não podia continuar desta forma. Por isso fizemos projetos e já conquistamos inúmeras melhorias, a exemplo da rede de esgoto que hoje atende 97% da população da Caçula, lutamos também para que o novo colégio estadual, um sonho de toda população cantagalense ficasse neste bairro, pois havia comentários de que seria mudado daqui. Essas e muitas outras coisas estão valorizando a Caçula e muito mais está por vir, tanto pra Caçula, quanto pra outros bairros e vilas de nosso município", comemorou.
Conforme o setor de Engenharia e Planejamento da Prefeitura Municipal, muitos outros projetos para o município já estão encaminhados e aproximadamente R$ 13 milhões em convênios também já estão firmados, trazendo ainda mais melhorias para Cantagalo. "Vivemos um novo tempo. Desde que assumimos a Administração de Cantagalo a representatividade de nosso município só vem aumentando perante os Governos Estadual e Federal e claro com o grande apoio de grandes deputados que temos conosco. Isso resulta nas aprovações de nossos projetos, no realização de excelentes convênios. Tantas coisas que a nossa população almejava há tanto tempo e que vêm se tornando realidade agora", comentou o prefeito.


Assessoria de Comunicação - Prefeitura Municipal de Cantagalo

TV Revolta cresce e tem mais de 3,6 milhões de seguidores

Com postagens em ritmo frenético, que misturam frases de efeito genéricas a charges e notícias que criticam o governo federal, a página no Facebook "TV Revolta" ganhou holofotes com seu crescimento fora do padrão na rede social. Criada em 2011, tinha cerca de 1,2 milhão de seguidores até março. De lá pra cá, passou a 3,6 milhões, chegando a figurar entre as que mais cresceram no mundo, segundo a empresa de monitoramento Social Bakers.

Segundo especialistas, a polarização dos temas abordados, os métodos de postagem e até sua aparência amadora contribuem para a popularização do TV Revolta. Coincidentemente, desde que as críticas à página ganharam corpo, ela parou de crescer a ritmo chinês. Mesmo assim, segue conquistando em média 4.000 novos seguidores por dia.

Decisão do TSE tira um deputado do PR

Por unanimidade, o TSE contrariou ontem decisão do Congresso Nacional e manteve a nova divisão dos tamanhos das bancadas dos deputados federais, estaduais e distritais para as eleições de 2014. Com a decisão, o Paraná perde uma vaga (de 30 para 29) de deputado federal. Além do Paraná, outros sete estados (AL, ES, PE, RJ, RS, PB e PI) também perderão representantes na Câmara dos Deputados, e cinco (AM, CE, MG, SC e PA) vão ganhar.

Presidente do TSE, o ministro Dias Toffoli sustentou que só uma lei complementar poderia reverter a mudança nas bancadas. Além disso, o decreto foi aprovado em novembro, e as normas que alteram o processo eleitoral precisam ser aprovadas pelo menos um ano do pleito. O caso deve ir ao Supremo Tribunal Federal.

Empréstimo necessário

O governo federal, independentemente de posições partidárias ou interesses eleitorais, tem o dever de tratar todas as unidades da Federação com um mínimo de equidade

Mesmo após o Supremo Tribunal Federal (STF) já ter decidido que não há empecilhos técnicos para que o Paraná receba o empréstimo de R$ 817 milhões do Programa de Apoio ao Investimento dos Estados e Distrito Federal (Proinveste) pelo qual está à espera já há quase dois anos, não param de surgir novos entraves. Desta vez, uma dívida de R$ 2 bilhões pendurada há 23 anos pelo extinto Banco de Desenvolvimento do Estado do Paraná (Badep) perante o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) seria o problema. Mesmo insistindo que não tem dificultado deliberadamente os empréstimos ao Paraná, fica cada vez mais difícil acreditar que o governo federal tem agido com boa-fé.

Criado nos anos 60 como um banco estadual de fomento, o Badep foi extinto no final dos anos 80, mas sua carteira apresentava ainda tanto débitos quanto haveres. Um dos compromissos não saldados era no BNDES – esse que hoje soma perto de R$ 2 bilhões. O governo estadual já pediu à Secretaria do Tesouro Nacional (STN) para assumir a dívida, em uma negociação que deve reduzir o valor devido para R$ 426 milhões. Espera-se que o BNDES se posicione sobre a liberação ainda hoje.

De novo, surge a pergunta: tanta dificuldade para liberar o empréstimo seria mais um ato de discriminação política da União contra o governo do Paraná? Ou se trata somente de uma questão técnica e usual nas operações de concessão de crédito? Recordando de todas as dificuldades anteriormente impostas pelo Tesouro para a liberação de empréstimos ao estado, que teve até de recorrer ao STF, a resposta parece, infelizmente, clara. O governo federal, independentemente de posições partidárias ou interesses eleitorais, tem o dever de tratar todas as unidades da Federação com um mínimo de equidade. Mas a impressão que se tem é que esse princípio não está sendo aplicado no caso paranaense.

Desde o lançamento do Proinveste, uma linha de crédito para ajudar os estados a superar os efeitos da crise financeira internacional, em 2012, todas as unidades da Federação receberam o dinheiro, menos o Paraná. Todas as dificuldades anteriores foram superadas, habilitando o governo estadual a obter a imediata liberação do recurso, havendo, inclusive, comunicados formais de que já não subsistiam quaisquer obstáculos para a conclusão da operação e decorrente depósito do valor pretendido nos cofres estaduais. Mesmo assim, se insiste em criar empecilhos burocráticos para a obtenção dos recursos.

Se a questão é a dívida do Badep com o BNDES – o que pode ser questionável uma vez que o fato não foi impeditivo para que o BNDES emprestasse R$ 131 milhões para a Paraná Fomento financiar a reforma da Arena –, o governo estadual já demonstrou disposição em quitá-la. Exigir mais do que isso é apegar-se a um preciosismo burocrático nocivo e nada justificável. Já é hora de as lideranças políticas, sejam da base aliada ou da oposição, mostrarem empenho na resolução desse imbróglio. As bandeiras partidárias devem ser colocadas de lado em prol do interesse do estado. Se os entraves para os empréstimos não forem sanados de vez e logo, o problema tende a se estender, tornando-se um “legado” para o próximo governo, seja ele qual for. As dificuldades de caixa do estado continuarão e a população, como sempre, será prejudicada. E mais: se houver uma eventual troca de governantes, e, por mágica, os empréstimos finalmente saírem, como irá se sustentar a tese de que não houve intenção de prejudicar o estado?


Editorial, Gazeta do Povo

Laranjeiras do Sul:Chefe da SEAB falou sobre o último dia para vacinação contra a aftosa


O Chefe do Núcleo Regional da SEAB em Laranjeiras do Sul falou nesta sexta-feira sobre o encerramento da vacinação do gado bovino contra a febre aftosa, Almeida falou da importância da vacinação para banir de uma vez por todas a Aftosa no estado do Paraná. (vídeo acima).

Acabou hoje (30-5) o prazo para vacinar o rebanho bovino contra a febre aftosa. A comprovação deve ser feita até a próxima segunda-feira dia 2-6).

Vacinação

Vacinar o rebanho é fundamental para o controle da febre aftosa. Mas, a comprovação é igualmente estratégica. Por isso, quem não comprovar está sujeito a uma multa de R$ 105,00 por animal. 
Nesta etapa estão sendo vacinados os animais com até 24 meses de vida.

Comprovação vacinação

O sistema de comprovação é simples. Na hora de comprar as doses, o pecuarista precisa pedir a nota e o comprovante, que deverá ser preenchido após a vacinação dos animais. 
Outra possibilidade é que o produtor, ao fazer a compra das vacinas, solicite que o atendente da loja agropecuária faça a inserção dos dados cadastrais no sistema informatizado da Adapar. No passo seguinte o próprio pecuarista fará a comprovação online.

Último foco da aftosa no Paraná foi em 2005/2006

O último foco de febre aftosa no Estado foi verificado em 1994, quando houve o efetivo isolamento do vírus da doença. Entre os anos 2005 e 2006 houve grande repercussão com os casos registrados em Amaporã.
Porém, na oportunidade não houve o isolamento do vírus e nem as lesões no rebanho. Todos os procedimentos foram adotados, pois houve o chamado vínculo epidemiológico, com o rebanho afetado tendo contato com animais de outra região. 

Na ocasião foi um grande prejuízo econômico e de rebanho, uma vez que os animais com suspeita da doença tiveram que ser sacrificados, como determinam as regras de sanidade nestes casos. Por isso, a vacinação é de interesse de todos, de forma direta, do produtor rural.


'Banheiros dos aeroportos são fedorentos', diz ministro

Depois de dizer, há 13 dias, que o Brasil vai "passar vergonha" na Copa por causa das obras inacabadas, o presidente do Tribunal de Contas da União, Augusto Nardes, afirmou ontem, em Curitiba, que os banheiros dos aeroportos "continuam fedorentos". Cada vez que vou ao banheiro fico com vergonha", disse. "Nos banheiros da Europa, é outra qualidade."

Laranjeiras do Sul:E a Secretaria de Comunicação da Prefeitura Municipal não acerta nem o nome da rua em convites...

Quando não é a foto da Prefeita no "alto" de uma balança no parquinho infantil.. ou uma "imagem" do dias mães... é outro erro... que feio a Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Laranjeiras do sul errar até a escrita de uma importante rua do município.... ressaltando que existe em Laranjeiras do sul a rua Manoel Ribas.. e não Manuel Ribas como nos convite e outros impressos... essa tal "Manuel ribas" deve ser em Portugal...

Cantagalo:Dinho( PSC) assume a secretária de Agricultura

Mateus Ruzicki  o popular Dinho (candidato a vereador do PSC mais votado do cantagalo) foi nomeado para assumir a secretária de agricultura de Cantagalo . A agricultura em boas mãos pois quem conhece este cidadão sabe de sua presteza de seu amor pela terra onde vive e principalmente pelo brilhante trabalho que desenvolve na comunidade cantagalense. 
Cidadão cantagalense que conhece a demanda do agricultor , pois o mesmo labuta dia a dia nesta área.
" Aceitei o convite e irei fazer desta oportunidade uma luta constante pelo agricultor '' afirmou Dinho.

Motoristas protestam contra multas e fecham acesso em Paranaguá

Uma manifestação organizada pelas redes sociais obstruiu totalmente a BR 277 próxima ao Porto de Paranaguá. Motoristas de caminhão autônomos e ligados a cooperativas e sindicatos fizeram um protesto queimando pneus em função das multas emitidas pela Guarda Municipal de Paranaguá. Por determinação do Ministério Público do Trabalho, a prefeitura está aplicando a lei de trânsito de forma intensa no que se refere ao estacionamento em lugares impróprios. O MP entendeu que os caminhões estavam causando transtorno no trânsito nos arredores da área portuária em função dos estacionamentos irregulares.

De acordo com o presidente da Cooperativa Mista e de Transporte de Fertilizantes, Sal, Corrosivos e Derivados do Litoral (Coopadubo), Luiz Henrique Castanho Coelho, em menos de uma semana foram mais de 80 multas emitidas. “Tem motorista que teve a carteira suspensa e não consegue mais trabalhar. Estão multando até caminhões estacionados dentro de casas. A arbitrariedade no cumprimento da lei gerou revolta e fica difícil controlar os ânimos, uma vez que o movimento não tem uma liderança, nasceu da insatisfação generalizada”, afirmou.

A pista foi liberada por volta das 10h pelo Corpo de Bombeiros. A manifestação não prejudicou as operações portuárias, apenas causou lentidão no acesso ao cais comercial pela Avenida Ayrton Senna da Silva.

A Appa vem realizando diversas reuniões com operadores portuários, sindicatos, prefeituras e representantes da sociedade organizada para discutir a necessidade da criação de espaços próprios para acondicionamento de caminhões. “Temos registrado aumento sistemático da movimentação de mercadorias e, com isso, aumenta proporcionalmente o fluxo de caminhões. Para que o porto tenha uma relação harmônica com a cidade, é preciso organizar estes caminhões. Já existem empresas se mobilizando para construir seus pátios e evitar transtornos desta natureza”, disse o superintendente dos portos do Paraná, Luiz Henrique Dividino.

Hoje, às 17h, o prefeito de Paranaguá, Edison Kersten, recebe uma comitiva de manifestantes para conversar.

Governo Dilma volta desafiar o STF para prejudicar o Paraná

Ademar Traiano 

Parece brincadeira. Mas a novela dos empréstimos federais para o Paraná continua. Quase três anos de luta, três liminares favoráveis no Supremo Tribunal Federal ordenando a liberação dos recursos (R$ 817 milhões) do Proinveste, não foram suficientes.

Com evidente objetivo de prejudicar o Paraná, para ajudar o projeto do PT de eleger Gleisi Hoffmann governadora, e com óbvia indiferença de afrontar o Supremo, que emitiu três liminares determinando que o governo Dilma pagasse o Paraná, o governo federal acaba de invocar mais um pretexto bizarro para não liberar o dinheiro para o estado.

A nova desculpa para não pagar o Proinveste é uma pendência envolvendo o Badep – Banco de Desenvolvimento do Paraná. Nem Franz Kafka, o mestre dos labirintos burocráticos impenetráveis e enlouquecedores, poderia imaginar um roteiro tão tortuoso, tão maligno e tão absurdo.

O novo pretexto que o governo Dilma lançou mão para não liberar o empréstimo para o Paraná é uma dívida acumulada com a liquidação do Badep, que iniciou em 1991 e segue sem desfecho e resultou em uma pendência financeira com o BNDES. É importante destacar que essa questão jamais impediu que o Paraná negociasse normalmente financiamentos com o governo federal nos últimos 23 anos.

O empréstimo do Proinveste foi liberado pelo Ministério da Fazenda em 6 de maio, após quase três anos de negociação. O programa, que beneficiou todos os estados, menos o Paraná, é alimentado com recursos do BNDES e tem o Banco do Brasil como intermediário.

Apesar da autorização da Fazenda e de o contrato do estado com o Banco do Brasil estar pronto, falta o repasse do BNDES. Esse foi o novo pretexto do governo federal para lesar o Paraná. Não existe correlação alguma entre a situação do Proinveste, que foi devidamente aprovada pela Fazenda, e a da dívida do Badep.

O dinheiro que o Paraná tenta liberar, é preciso enfatizar sempre, já foi pago a todos - repito, todos - estados brasileiros. Alguns deles com situação financeira notoriamente precária. Muitos com pendências financeiras sérias, ao contrário do Paraná.

A estratégia do governo Dilma de um órgão federal jogar a responsabilidade de não pagar o Paraná para outro não é aleatória. O que se pretende é evitar a prisão de altos funcionários federais. O Secretario do Tesouro Nacional, Arno Augustin, por exemplo, principal responsável por procrastinar o pagamento ao Paraná, já teve prisão por desobediência pedida pelo governo do Paraná.

Ao jogar a responsabilidade para o BNDES o governo Dilma espera evitar o risco de pagar o mico de ter mais um importante 'companheiro' desfrutando da hospitalidade da Papuda.

A má vontade contra o Paraná é tamanha que, esgotados os argumentos econômicos e jurídicos para não pagar os empréstimos, o governo federal está apelando para argumentos de cunho praticamente histórico.

O Badep, a cujo saldo da dívida o governo condiciona agora o pagamento do Proinveste, foi extinto há quase 25 anos! Um quarto de século! Tudo indica que, se a questão do Badep for equacionada, algum burocrata de Brasília vai invocar alguma pendência relativa à separação do Paraná da província de São Paulo, no Século XIX.

Só mesmo uma enorme combinação de má vontade, má fé e não pequena cara de pau poderia levar o governo federal a lançar mão desse tipo de expediente para tentar fugir das três determinações do STF para que o dinheiro devido ao Paraná seja pago.

Por trás dessa ação sorrateira está, novamente, a mão da senadora Gleisi Hoffmann. A mesma que prejudicou o Paraná 24 horas por dia durante os quase três anos que esteve à frente da Casa Civil, e que continua agindo contra seu estado no Senado.

No Senado além de prejudicar as demandas financeiras do Paraná, vota contra os desejos de seus eleitores. Como fez quando comandou a derrubada do projeto de lei que reduzia a maioridade penal. Numa afronta direta ao pensamento de 93% dos paranaenses.

O Paraná não pode assistir calado a todos esses insultos. É preciso uma mobilização da população, da sociedade civil, para mostrar a Brasília, a senadora Gleisi Hoffmann e ao PT, que o estado não vai aceitar sem reação todos esses desaforos.


*Ademar Traiano é deputado estadual pelo PSDB do Paraná e líder do governo Beto Richa na Assembleia Legislativa.