sábado, agosto 12, 2017

Em dois meses, programa Criança e Adolescente Protegidos já fez exames oftalmológicos em 731 crianças e adolescentes

Laura Zavan Boaretto tem 6 anos e nunca se queixou de qualquer problema para enxergar. No dia 12 de julho, a mãe Gisele levou a Laura até o Centro de Eventos, onde aconteceu o Paraná Cidadão, promovido pela Secretaria de Justiça, Trabalho e Direitos Humanos (Seju), em parceria com a Prefeitura de Paranavaí e outras instituições.. “Levei ela para fazer a identidade e tinha umas médicas fazendo teste de visão. Foi ali que descobrimos que ela precisava usar óculos”, conta a Gisele.

A Laura foi uma das crianças com idades entre 4 e 17 anos que fizeram testes de visão no dia de atendimento especial do Paraná Cidadão, como parte do projeto “Criança e Adolescente Protegidos”. Entre todas as 178 crianças e adolescentes atendidos naquele dia, 68 precisaram ser encaminhados para consulta por apresentarem alguma dificuldade para enxergar. E a consulta foi gratuita na clínica da oftalmologista Dra. Eugênia Ceres Costa Monteiro.

“A iniciativa é uma parceria da Seju, do Tribunal de Justiça do Estado, e da Associação Paranaense de Oftalmologia. Como eu sou associada, fizeram contato comigo para saber se eu tinha interesse em participar do projeto e oferecer as consultas gratuitamente na minha clínica. Das 68 crianças e adolescentes que foram encaminhadas para consulta, 43 compareceram. Fiz uma agenda especial no período da manhã durante toda a semana passada. Alguns nem vão precisar usar óculos, mas necessitam de tratamento e vamos acompanhá-los gratuitamente”, explica a Dra. Eugênia.

Com a receita em mãos, as crianças e adolescentes que precisam usar óculos foram provar e escolher as armações. Ao todo a parceria conseguiu a doação de 13 mil óculos que serão distribuídos a crianças de todo o estado. A entrega dos óculos para as crianças de Paranavaí está marcada para acontecer no dia 1º de setembro.

"Esse projeto é muito importante. Enxergar bem envolve muitas coisas, como por exemplo o sucesso da vida escolar de crianças e adolescentes. Muitos desistem da escola por não enxergar bem", detalhou o Secretário da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos.

A parceria entre a Seju, o Tribunal de Justiça do Estado, e a Associação Paranaense de Oftalmologia foi firmada em junho deste ano, já atendeu 731 crianças e adolescentes e entregou 103 óculos.

Com informações da Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Paranavaí

Nenhum comentário: