quarta-feira, maio 17, 2017

CCJ aprova Projeto de Lei de incentivo à doação de sangue

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), da Assembleia Legislativa, aprovou nesta terça-feira (16) o Projeto de Lei 498/2016 de autoria do deputado estadual Paulo Litro (PSDB).
De acordo com o texto, a pessoa que doou sangue mais de três vezes no ano, respeitando as regras de saúde, terá isenção na hora de se inscrever em concursos públicos em todo Estado. O relator, Felipe Francischini, foi favorável ao Projeto de Lei. O deputado Luiz Cláudio Romanelli questionou a constitucionalidade da matéria.
De acordo com o deputado Paulo Litro, o Projeto foi proposto para incentivar a doação de sangue no Estado do Paraná. “Em 2008, meu pai sofreu um acidente automobilístico e precisou receber sangue. Vi como essas atitudes são exemplares e como elas são decisivas na hora de salvar vidas. A legislação mesmo, diz que nada pode ser contrário à vida, desta forma, estamos estimulando as doações contínuas e não apenas em determinados momentos quando há apenas o interesse econômico”, afirmou Paulo Litro.
Ainda de acordo com o parlamentar, a missão da legislatura é levar benefícios à população. “A nossa função dentro da Casa, é propor leis que beneficiem a população e possam propor melhorias nas mais diversas áreas”, destacou. Vencida a etapa da CCJ, o Projeto de Lei segue para comissões e em seguida para apreciação e aprovação dos deputados no plenário.
Com apenas uma doação, cada bolsa de sangue pode ser usada para atender quatro pessoas diferentes. A doação demora de 5 a 15 minutos para acontecer e os métodos são modernos e quase indolores.
Confira algumas dicas para a doação de sangue:

Requisitos básicos:

* Estar em boas condições gerais de saúde.
* Estar descansado.
* Ter idade entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até os 60 anos de idade (menores de 18 anos, clique para ver documentos necessários e formulário de autorização).
* Pesar mais de 50 kg.
* Estar alimentado: não deve estar em jejum. Evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação. Aguardar intervalo de 2 horas após o almoço.
* Portar documento oficial com foto emitido por órgão oficial (RG, Carteira de habilitação, Passaporte, Carteira de identidade profissional e Carteira de Trabalho).
* Respeitar o intervalo mínimo entre as doações.
* Ter estilo de vida saudável e não ter comportamento de risco.
Intervalo das doações:
Homens: 60 dias (máximo de 4 doações nos últimos 12 meses)
Mulheres: 90 dias (máximo de 3 doações nos últimos 12 meses)

Nenhum comentário: